Caixa de texto:

Ninguém duvida da afirmação que as bibliotecas escolares apoiam a leitura e aprendizagem. Mas servem apenas para isso? Este artigo focará o papel das bibliotecas no contexto educativo e espera contribuir para a reflexão sobre um dos seus mais importantes papéis -  o impacto no sucesso educativo do aluno.

Caixa de texto: O incremento do recurso às Tecnologias da Informação para a resolução de trabalho de projecto, pesquisa, aprofundamento e estudo, na escola e na Biblioteca Escolar, em particular,  fez emergir nos seus utilizadores novas dificuldades decorrentes, em grande parte, das tecnologias, dos meios  e da quantidade de informação disponibilizada. Dos meios de acesso ao conhecimento existentes nas bibliotecas escolares, a Internet é, de longe, o preferido pelos utentes, mas é também o que traz mais preocupação aos educadores que consideram que o desenvolvimento das competências da informação e literacias inerentes, nunca foi tão urgente como hoje na formação dos alunos. 
Logo da rede de Bibliotecas Escolares

newsletter

Nº 3 - Outubro - 2008

Caixa de texto: O objectivo do Programa de Modernização das Escolas Destinadas ao Ensino Secundário (PMEES), criado por Resolução de Conselho de Ministros a 3 de Janeiro de 2008, assenta em princípios de exigência de qualidade, colocando o ensino português como potencial referência internacional. 
Caixa de texto: É importante que as bibliotecas escolares comecem a criar repositórios digitais, orientados para toda a comunidade escolar e dirigidos às suas necessidades específicas relacionadas com a informação, o ensino e a aprendizagem.
[Acesso ao sítio da RBE]Caixa de texto: É, hoje em dia, um lugar comum convocar a Sociedade da Informação para justificar todas os projectos, medidas, metodologias, investimentos, acções.. que  nos propomos realizar com o objectivo, provavelmente utópico, de alcançarmos a Sociedade do Conhecimento. 
As bibliotecas em geral e as escolares em particular não escapam a este desígnio, pela simples razão de ocuparem um papel determinante no acesso à informação e, desde a década de 90, na mediação e formação dos seus utilizadores nas novas competências que asseguram a carta de alforria dos tempos actuais.

Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares

 

Coord.:
Fernando do Carmo

Newsletter n.º 3

 

Outubro de 2008

 

Travessa das Terras de Sant’Ana, nº 15

1250-269 Lisboa

Tel.: 213895203

Fax: 213895272

E-mail:rbe@rbe.min-edu.pt

URL: www.rbe.min-edu.pt

Caixa de texto: Ficha Técnica

N1|N2

Editorial

Bibliotecas escolares no século XXI

Literacias e ética da  informação para jovens utilizadores da biblioteca escolar

As Bibliotecas no Programa de Modernização das Escolas do Ensino Secundário

Os repositórios de informação e os ambientes de aprendizagem

Mudam-se os tempos mudam-se as necessidades

A Sociedade da Informação exige de cada um de nós uma combinação de competências tecnológicas e um conjunto de capacidades literácicas que são testadas em todos os momentos da nossa actividade qualquer que ela seja.

Na sociedade contemporânea todas as bibliotecas são híbridas, isto é, constituídas por espaços, colecções e serviços simultaneamente reais e virtuais. Na realidade, muito rapidamente a Internet tem vindo a transformar-se na fonte de informação preferida pelos alunos das escolas, crianças e jovens nascidos já num mundo onde a autonomia, a rapidez e a comodidade do acesso tendem a substituir a fiabilidade e a autoridade que não ainda há muito tempo atrás determinavam as qualidades dos documentos definidos como fontes de informação para apoio ao processo de ensino e aprendizagem.

[ Página anterior ][ Página inicial ]

Novas formas de acesso à informação