Aprender com a biblioteca escolar

Aprender com a biblioteca escolar

Vivemos uma época de profunda mudança, fortemente marcada pela revolução tecnológica e digital e com grande impacto em todos os domínios da vida social, designadamente na educação e na escola.

Para serem bem sucedidos na sua vida pessoal, escolar e profissional, os jovens têm hoje, não só de dominar os saberes convencionais, como um conjunto de novas competências de literacia, cada vez mais complexas e variadas.

A preocupação face a estas exigências tem determinado a colocação na agenda das instituições educativas, de quadros de referência sobre as aprendizagens dos alunos que hoje cabe à escola garantir, sendo de assinalar a integração curricular nestes quadros, de um conjunto de conhecimentos e capacidades transversais, considerados nucleares no nosso tempo.

Na área específica das bibliotecas, estes referenciais têm também sido abundantes e revelado uma grande evolução no seu âmbito e base conceptual, paralela à confluência da informação com as novas tecnologias, média e ambientes digitais e ao peso crescente das bibliotecas nos domínios da leitura e das literacias.

As bibliotecas escolares são um espaço educativo integrador destas múltiplas literacias, cada vez mais decisivo para as aprendizagens e a capacitação das crianças e dos jovens que as utilizam, formal ou informalmente.

A integração explícita e intencional em projetos e atividades realizadas com e pelas bibliotecas escolares, de competências nas áreas da leitura, dos media e da informação, em ambientes físicos ou digitais, constitui uma das mais importantes estratégias para o sucesso escolar e o desenvolvimento educativo e cultural dos jovens.

O referencial Aprender com a biblioteca escolar é, desde 2013, um instrumento determinante na persecução destes objetivos, tendo sido demonstrada pelo mais de meio milhar de escolas entretanto envolvidas na sua aplicação, a clara vantagem deste tipo de intervenção, quer na motivação dos alunos, quer no enriquecimento das práticas de ensino, nos resultados obtidos e nos produtos gerados.

Em 2016-17, no sentido de continuar a dar resposta a este desafio, a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) propôs-se atualizar o referencial de modo a incorporar todos os contributos dados até à data e incluir o ensino secundário neste trabalho.

Deste modo, apresenta-se uma nova edição do referencial Aprender com a biblioteca escolar, revista e aumentada, que, esperamos, venha reforçar ainda mais o valor das bibliotecas escolares como parceiras para a melhoria do ensino e da aprendizagem, o progresso dos níveis de multiliteracia e o sucesso educativo em todos os níveis de escolaridade.

Aprender com a biblioteca escolar 2.ª edição, revista e aumentada.

Aprender com a biblioteca escolar
2.ª edição, revista e aumentada.

Veja também:
Aprender com a biblioteca escolar [2013]
Publicações: 
Aprender com a biblioteca escolar;
Aprender com a biblioteca escolar: enquadramento e conceção;
Aprender com a biblioteca escolar: apresentação;
Aprender com a biblioteca escolar: relatório 2012.13;
Aprender com a biblioteca escolar: relatório 2013.14;
Aprender com a biblioteca escolar: relatório 2014.15;
Ativiades para aprender com a biblioteca escolar.
NOTÍCIAS